Você está aqui: Página Inicial / Extensão / Notícias / Projeto da Fames incentiva diálogo para solução de problemas familiares

Projeto da Fames incentiva diálogo para solução de problemas familiares

Programa atende pessoas financeiramente carentes de Santa Maria
Projeto da Fames incentiva diálogo para solução de problemas familiares
Projeto "Mediação e Conciliação Familiar" incentiva diálogo para solução de problemas familiares

Novos modelos familiares, separações de casais e mudanças no relacionamento com os filhos: as transformações ocorridas nos últimos anos em toda a sociedade impactaram as famílias que nem sempre estão aparelhadas para lidar com tantas novidades. Alunos e professores da Fames trabalham em conjunto para que a comunidade local tenha apoio jurídico, estimulando o diálogo e facilitando processos de separação. O programa de extensão “Mediação e Conciliação Familiar” auxilia famílias desde 2009.

“Esse é um projeto pioneiro em Santa Maria abordando mediação e conciliação como melhores alternativas para resolução dos conflitos familiares. Trata-se de um programa com o objetivo de incentivar a cultura da paz e o diálogo, não só entre os genitores, mas para com todo o grupo familiar”, declara Angélica Cerdotes, professora do curso de Direito da Fames e coordenadora do programa.

É crescente o número de casos de abandono afetivo dos filhos, alienação parental, abuso psicológico, falsa comunicação de crimes e impedimento de visitas. Nesses casos a criança é quem mais sofre com os conflitos do casal, e é por isso que a atuação do Conselho Tutelar é fundamental.

Por meio da comunicação de problemas ao Conselho, os casos são encaminhados ao Programa da Fames e os pais são informados sobre direitos de guarda, visitação e poder familiar. Assim, o projeto atende à necessidade de conciliar e conscientizar os casais separados ou em fase de separação.

Entre 2009 e 2013, foram 73 acordos alcançados. Atualmente, por volta de 50 ações de regulamentação de guarda, visitas e pensões alimentícias estão em andamento. Isso sem contar todas as pessoas que são atendidas para sanar dúvidas e obter informações jurídicas.

“Para a comunidade local é de suma importância a realização do projeto, e sempre há uma procura muito grande com agendamento antecipado de atendimentos e fila de espera. Ou seja, a comunidade já conhece o projeto e confia no trabalho desenvolvido. Todos os casos atendidos são de pessoas extremamente carentes financeiramente. Deste modo, o projeto viabiliza a inclusão social dos mais necessitados”, explica a coordenadora.

Angélica ressalta o trabalho dos estudantes da Fames no programa: “O envolvimento dos alunos é integral em todos os passos dos atendimentos, sob minha orientação. A experiência dos voluntários e extensionsitas é muito positiva, tanto no crescimento acadêmico como pessoal, pois as experiências compartilhadas relatam a realidade social das pessoas na margem da pobreza.”

Experiência dos estudantes

Conversamos com três alunas do curso de Direito da Fames que participam do Programa de Extensão. Confira abaixo o que elas têm a contar sobre a vivência prática no projeto:

Carolina Mello de Christo, 20 anos, aluna do 4° Semestre do curso de Direito; e extensionista do Projeto há um ano: 

“[No projeto] eu recebo o cliente, faço a triagem, ajudo os alunos voluntários, organizo eventos e reuniões e resolvo alguns problemas para que não seja preciso chegar na coordenadora.”

“Me lembro do caso de uma cliente muito conhecida por nós, ela nos procura quase sempre. A primeira demanda judicial dela foi uma questão de Alimentos para filha de 13 anos, mas depois de muita conversa, descobrimos que era muito mais que isso. Drogas, furtos, falta de dinheiro para comer, falta de água para banho e falta de estrutura. Hoje, adentramos com duas ações judiciais para tentar ajudar e estamos aguardando os resultados. Para acelerar tudo isso, doamos cobertas e alimentos, como forma de amor e carinho ao próximo.”

Júlia Mikalauscas, 21 anos, aluna do 4º semestre do curso de Direito, e voluntária há um semestre:

“Faço atendimento das pessoas que buscam a assistência gratuita judiciária, petições, movimentação dos processos e procuro ir nas audiências. Aprendi muita coisa graças ao projeto, porque a prática é essencial para aprimorar conhecimentos. O projeto me deu uma boa noção de como funciona o trabalho de um advogado no dia a dia.”

“No início tudo é novidade. Hoje em dia, consigo fazer quase tudo sozinha, mas sempre perguntando se estou agindo corretamente. Com o tempo tudo fica mais fácil. A ajuda dos colegas também é muito importante para um bom desenvolvimento!”

Vanessa Paz Garcia Kilian, 18 anos, 2° semestre de Direito. Aluna voluntária desde março deste ano:

“Acompanho os processos que já estão em andamento, atendo novos clientes para dar início ao processo e vou nas audiências. Também escrevi um artigo com a professora Angelica sobre Mediação Familiar para apresentar na Jornada de Direito da FAMES, o que foi uma oportunidade incrível, logo no 1° semestre conciliar prática e desenvolvimento da escrita.”

“Aprendo muito na prática, principalmente porque ainda não tive essa parte na teoria, por estar começando o curso agora. É muito bom poder ajudar pessoas sem condições e perceber que nossos problemas do cotidiano não são nada perto do que ocorre no mundo, é muito gratificante receber o sorriso deles quando ganhamos uma causa. Não há nada mais satisfatório.”

Mediação e Conciliação Familiar - Fames