Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Curso de Educação Física da Faculdade Metodista conquista bom desempenho no Enade

Curso de Educação Física da Faculdade Metodista conquista bom desempenho no Enade

Avaliação foi realizada com formados em 2016

O curso de graduação em Educação Física da Faculdade Metodista de Santa Maria conquistou nota 3 no Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) de 2016, realizado com alunos dos cursos da área de Saúde. A avaliação do Ministério da Educação (MEC) é calculada a partir do desempenho dos estudantes concluintes dos cursos de graduação, com conceito de 1 a 5. Esse indicador é resultante da média ponderada da nota padronizada dos concluintes na prova de Formação Geral e Conhecimento Específico.

Os cursos são avaliados de acordo com o Ciclo Avaliativo do Enade, em 2016 foram considerados os cursos de Saúde, Ciências Agrárias e áreas afins, para bacharelados e licenciaturas, e Ambiente e Saúde, Produção Alimentícia, Recursos Naturais, Militar e Segurança, para cursos tecnológicos.

"Acredito que o bom desempenho no Enade deve-se pela característica humanitária do curso. Desenvolvemos ações em nossa comunidade com vistas a formar um profissional crítico e humano. Também estabelecemos parcerias para a realização de diferentes eventos (Pátio Rural, Semana do Comércio, Copas esportivas, rústicas/corridas; Dia do Desafio) levando atividades à comunidade e sediamos eventos que possam contribuir com o aprendizado e a formação de nossos alunos. Essas ações são de conhecimento e valorização pública, visto que recebemos pelo 6º ano consecutivo o Troféu Desportivo Cidade de Santa Maria pela sua atuação acadêmica-comunitária. Junto a este reconhecimento, pelo quinto ano somos estrelados pelo Guia do Estudante da Editora Abril", declara Tatiana Trevisan, coordenadora do curso. 

A docente ressalta a importância do Enade para a constante atualização do curso: "A nota permite que façamos uma avaliação interna do desenvolvimento do curso, seja no ensino, na pesquisa e/ou na extensão e como essa integração acontece e está refletindo em nossos acadêmicos. Repensamos nosso planejamento, fortalecemos o que acredita-se estar dando certo. Contudo, a qualificação é permanente, independente do resultado do Enade. Buscamos estratégias para atender as inovações que surgem na área, mantemos com qualidade o que é cultural no repertório de conteúdos históricos e estamos sempre receptivos a novas parcerias e convênios que agreguem conhecimento ao curso", completa.

CPC e IGC

Em novembro, o governo federal divulgará também os resultados do Conceito Preliminar de Curso (CPC) e Índice Geral de Cursos (IGC). O IGC calcula a avaliação da Instituição de Ensino Superior considerando a média do CPC, ponderada pelo número de matrículas, e média dos conceitos dos programas de pós-graduação stricto sensu na Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

O CPC agrega diversas variáveis como resultado do Enade, titulação e regime de trabalho do corpo docente e percepções dos alunos sobre a organização didático-pedagógica, infraestrutura e oportunidades de ampliação da formação acadêmica e profissional.

registrado em: