Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Experiências empreendedoras compartilhadas na Faculdade Metodista

Experiências empreendedoras compartilhadas na Faculdade Metodista

2º Evento do Laboratório de Empreendedorismo foi realizado no sábado (1º)

Três palestras compuseram a programação do “Trajetória Empreendedora”, segundo evento realizado pelo Laboratório de Empreendedorismo em parceria com a Faculdade Metodista de Santa Maria. A atividade ocorreu na tarde de sábado, dia 1º de julho, no Auditório Alice Denison.

Na abertura, o coordenador do Laboratório de Empreendedorismo, Diego Gabbi, destacou o objetivo do evento. “Todos aqui são jovens empreendedores e este é um momento de trocas de conhecimentos”, declara. Sobre a temática desta edição, ele afirmou que é importante a visibilidade dos negócios no meio digital e, em relação ao empreendedorismo feminino, disse que o contexto atual é de busca por espaço no mercado de trabalho.

Coaching para empreendedores foi o tema da primeira palestra, ministrada pelo diretor executivo da Geração F5, Fábio de Oliveira. Ele atua como coach executivo, consultor e palestrante e é especialista em desenvolvimento humano. Segundo Fábio, o ato de empreender está na prática, sempre com vistas no próximo passo a ser dado. “As parcerias também são importantes nos empreendimentos, pois ficamos mais fortalecidos para investir com segurança”, aponta.

As explanações seguiram com o diretor da Orientista, Bruno Rizzatti. Atuante no ramo e-commerce, ele contou como gerencia um empreendimento conciliando a loja física com a venda na internet. A empresa foi fundada em 2007 e é referência no segmento dos esportes outdoor no Brasil. Conforme Bruno, mais de 50 mil pedidos já foram atendidos em todo o Brasil, feitos via internet.

As sócias-proprietárias da Stallo, empresa que atua no ramo de impressões 3D, Jaqueline Ramos de Oliveira e Taís Carvalho, concluíram o evento trazendo a experiência feminina no empreendedorismo. Elas mostraram que é possível investir em um projeto próprio ainda na faculdade. De acordo com elas, trazer a impressão 3D para o Rio Grande do Sul foi um desafio que hoje é realidade. Ambas são acadêmicas de Engenharia Civil na Universidade Federal de Santa Maria e afirmaram que foi necessário sair da zona de conforto para crescer profissionalmente.

Trajetória Empreendedora

Jaqueline e Taís, sócias-proprietárias da Stallo, defenderam a bandeira do empreendedorismo feminino.

Para Mariana Reis, que possui um empreendimento de consultoria de comunicação em conjunto com mais duas amigas, o evento “Trajetória Empreendedora” foi positivo. “Estamos iniciando a empresa e falas como as que ouvimos aqui sempre acrescentam” comenta. Ela se considera parte deste grupo de jovens que estão investindo em ideias inovadoras na cidade.

Presente no evento, o coordenador do Núcleo de Práticas Empreendedoras (NPE) da Faculdade Metodista, professor Walter Chalegre, enfatizou a importância desta atividade para os acadêmicos da instituição. “Nossos alunos precisam estar em contado com os empreendedores da cidade”, reforça. Segundo ele, as experiências compartilhadas servem de exemplo para os futuros profissionais. “São muitos desafios que exigem persistência; no começo, as coisas são difíceis e necessitam de motivação”, completa.

Trajetória Empreendedora

O coordenador do NPE, professor Walter Chalegre, valoriza a oportunidade de os acadêmicos manterem contato com empreendedores.

Um grupo de alunos da Faculdade Metodista, participantes do NPE, auxiliou na realização do “Trajetória Empreendedora”. Eles prestaram apoio na organização e durante o evento. No dia 12 de julho, será feita uma reunião de avaliação da atividade, onde serão apontadas as observações dos acadêmicos, tendo em vista que no segundo semestre deste ano haverá mais uma promoção em parceria com o Laboratório de Empreendedorismo.

 

Assessoria de Imprensa