Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Prática do canionismo é ensinada aos acadêmicos de Educação Física

Prática do canionismo é ensinada aos acadêmicos de Educação Física

Alunos da disciplina de Esportes de Aventura exploraram quedas d’água

Sair do lugar comum faz parte do cotidiano dos acadêmicos do Curso de Educação Física da Faculdade Metodista de Santa Maria (FAMES). As atividades práticas estão inseridas na metodologia de ensino assim como a teoria, possibilitando ao aluno o contato com diversas realidades da profissão. Seguindo estes princípios, o professor Evandro Dotto, da disciplina de Esportes de Aventura e Atividades Físicas na Natureza - ministrada no 7º semestre - levou seus aprendizes para algumas quedas d’água da cidade e região, para conhecerem o canionismo. A aula ocorreu na manhã do dia 14 de maio.

canionismo

Conforme Dotto, a atividade foi realizada em parceria com o Grupo Bandeirantes da Serra e oportunizou uma experiência direta na área da aventura. “Proporcionou o contato com o inesperado, com o que está por vir. É por isso que a modalidade é diferenciada em relação às outras práticas tradicionais da Educação Física”, salienta. O docente afirma que o objetivo da proposta foi oferecer ao acadêmico o conhecimento da técnica e mostrar o canionismo como uma opção de campo de atuação profissional. Além disso, foram trabalhadas a construção de uma consciência ambiental e a identificação de potencialidades locais para o desenvolvimento desta prática esportiva. 

canionismo

Quase toda a turma praticou o canionismo, cumprindo a descida da Cascata. O envolvimento superou as expectativas de Dotto e, segundo ele, a maioria pretende voltar a realizar o esporte novamente. Neste primeiro contato, os acadêmicos conheceram a Cascata Assis Brasil (70 metros), Cascata do Sapo (30 metros) e uma terceira queda d’água (20 metros).

canionismo

“A experiência do desafio de seus próprios limites, o contato com a natureza e novas possibilidades esportivas propiciaram aos praticantes o saber necessário para o entendimento do Esporte de Aventura como um campo de atuação profissional e também de lazer”, enfatiza o professor, sobre a importância desta atividade para a formação dos educadores físicos. Além do canionismo, já foi praticado trekking (caminhada e trilhas). Para encerrar as atividades práticas do semestre, os alunos irão até a Pedra do Lagarto, em Santa Maria, onde desenvolverão exercícios de rapel e escalada. O desafio está marcado para o dia 11 de junho.

 

Assessoria de Imprensa